18 de ago de 2009

A revelação de Deus

Toda a nossa fé, tanto sob o aspecto de convicção individual no evangelho, como sob o aspecto de sistema de doutrinas em que cremos, origina-se da certeza que temos de que Deus se revelou ao homem, e de que a Bíblia é o fiel registro de sua revelação.

Que é revelação?
"Etimologicamente, revelação é toda e qualquer manifestação do que está oculto. Em sentido religioso, revelação é a manifestação do oculto feita por um poder superior, concretamente Deus. A revelação implica alguém que se manifesta e alguém que recebe a manifestaçaõ da verdade manifestada" (Brugger, Dicionário de Filosofia, Editora Pedagógica e Universitária, S. Paulo, p. 363).

Na revelação bíblica, a pessoa que se manifesta, estando oculta, é Deus; e as pessoas que receberam sua manifestação foram, no Antigo Testamento, os profetas, e no Novo Testamento, os discípulos de Jesus, marcadamente os apóstolos. Todos, tanto os do Antigo Testamento como os do Novo, no dizer do apóstolo Pedro eram homens santos, escolhidos por Deus (2° Pedro 1.21). Quanto à verdade revelada, é o acúmulo de tudo quanto ficou registrado nas Escrituras a respeito de Deus e de sua atuação para cumprimento de seus desígnios. A pessoa que se destaca, no Novo Testamento, como a pessoa que tem a primazia na revelação, é Jesus Cristo, que é o próprio Deus que se fez carne. Ele é chamado de "Emanuel" que significa "Deus conosco" (Isaías 7.14; Mateus 1.23), e, no dizer do apóstolo Paulo, "é a imagem do Deus invisível" (1° Corintíos 1.15).

A revelação cristã é a revelação que Deus fez por meio do Filho, Jesus Cristo, e, pela inspiração do Espírito Santo, por intermédio dos seus discípulos, os quais primeiro transmitiram oralmente o que tinham visto e ouvido, para edificação das igrejas que iam se formando e, depois, passaram a escrever para orientação das igrejas, O apóstolo João destaca este assunto ao escrever: "O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que temos contemplado, e as nossas mãos tocaram da Palavra da Vida (porque a vida foi manifestada, e nós a vimos, e testificamos dela, e vos anunciamos a vida eterna, que estava com o Pai, e nos foi manifestada); o que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo. Esta coisas vos escrevemos, para que o vosso gozo se cumpra" (1° João 1.1-4).

Toda a nossa fé, tanto sob o aspecto de convicção individual no evangelho, como sob o aspecto de sistema de doutrinas em que cremos, origina-se da certeza que temos de que Deus se revelou ao homem, e de que a Bíblia é o fiel registro de sua revelação.

Por: Delcyr de Souza Lima
Em: Capacitação Cristã - Introdução à Bíblia - JUERP

0 Comentários:

Postar um comentário