18 de ago de 2009

A Bíblia ensina que Deus se revelou

"O homem foi feito à imagem de Deus e, portanto, sendo um ser intelectual, moral e imortal, é a coisa mais natural esperar que o Criador sustente relações pessoais com aqueles que criou à sua própria imagem. Também é de se esperar que Deus mantenha comunicação pessoal com os homens" (G. H. Lacy, Introducion a la teologia Sistemática, Casa Bautista de Publicaciones, El Passo, Texas). Em Hebreus capítulo 1 versículo 1, lemos: "Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho".

Este versículo nos ensina três verdades a respeito da revelação:
  1. Deus desenvolveu um processo de revelação de si mesmo ao longo da história;
  2. Que Deus se valeu de diferentes modos para se revelar;
  3. Que Deus completou, culminou sua revelação na pessoa de Jesus Cristo, seu Filho eterno.
Assim sendo, para conhecermos Deus precisamos crer que ele existe, crer que ele se revelou, crer que Jesus é o seu filho, e que veio como revelação final de Deus. Além disso, é preciso crer que a Bíblia é o registro desta revelação que durou vários séculos.

É claro que existe o conhecimento interior de Deus, porque desde que o Espírito Santo passa a habitar na pessoa que crê em Jesus como Filho de Deus, se arrepende e o confessa como Senhor e Salvador, a convivência com o próprio Deus se torna real e consciente. Mas isso é resultado da fé na revelação exterior, na revelação que foi registrada na Escrituras Sagradas. O apóstolo Paulo diz que "a fé vem pelo ouvir e o ouvir pela Palavra de Deus" (Romanos 10.17). Primeiro, o homem toma conhecimento das informações a respeito de Deus, que ele mesmo transmitiu aos homens santos que escolheu para sua revelação (1° Pedro 1.21); e, finalmente, ao ser regenerado mediante a fé em Jesus, passa a conhecer Deus por esperiência interior. João diz que "... quem crê no Filho de Deus em si mesmo tem o testemunho" (1° João 5.10a).

Assim sendo, para conhecermos Deus precisamos crer que ele existe, crer que ele se revelou, crer que Jesus é o seu filho, e que veio como revelação final de Deus. Além disso, é preciso crer que a Bíblia é o registro desta revelação que durou vários séculos.

Por: Delcyr de Souza Lima
Em: Capacitação Cristã - Introdução à Bíblia - JUERP

0 Comentários:

Postar um comentário