29 de ago de 2009

As ofertas no Antigo Testamento

O primeiro relato na Bíblia a respeito de ofertas está em Gn. 4:1-4 com os irmãos Caim e Abel. Mas temos outras referências Bíblicas a respeito das ofertas (Ex. 25:2; 35:5; Nm. 31:50; I Cr. 29:9; Ed. 8:28; Pv. 3:9; Mq. 4:13). Mas, voltando ao texto de Gênesis vemos que a oferta de Abel foi mais aceita do que a de Caim. Porque isto aconteceu? Há muitas especulações a respeito disso, mas no próprio texto citado e em Hb. 11.4 encontramos algumas indicações sobre isto. Em Gn. 4:4 diz que Abel “trouxe das primícias do seu gado”, enquanto que Caim “trouxe uma oferta ao senhor” (v. 3). Já em Hb. 11:4 diz que: “Pela Abel ofereceu a Deus um excelente sacrifício...“

Parece-nos que o que agradou a Deus foi a maneira que Abel entregou a sua oferta. Podemos para facilitar o entendimento, juntar os dois textos da seguinte forma: “E pela fé Abel também trouxe sua oferta dos primogênitos das suas ovelhas oferecendo a Deus maior sacrifício do que Caim”. Vemos então que Abel trouxe com fé, as primícias da sua oferta. A fé é o instrumento que move o coração de Deus, e o fato de ele ter trazido das primícias significa que ele priorizava a Deus. Temos alguns textos que nos mostram que a oferta deve ser tirada das primícias (Dt. 26:2; Pv. 3:9; 2 co. 9:7), e deve ser trazida com fé, pois o que não provém da fé é pecado (Rm. 14:23). Conclui-se que Caim não trouxe sua oferta com fé, principalmente pelo fato de ele ter ficado com ciúme e raiva de seu irmão.

A oferta é também um ato de louvor e adoração ao senhor, já aprendemos que Deus procura adoradores que o adorem em espírito e em verdade. Abel agiu assim, pois fez sua oferta por meio da fé. Esta é a essência da adoração.

"... O fato de ele ter trazido das primícias significa que ele priorizava a Deus."

1 Comentários:

Sugestão: avaliar a natureza da queda, salvação e culto a Deus na família adâmica bem como nos patriarcas que vieram depois e deles a nação de Israel.
Poderá o pecador adorar a Deus no AT sem sangue de vítima inocente? As ofertas de manjares que eram semelhantes a de Caim (do fruto da terra) eram oferecidas não sem ofertas cruentas, mas sempre acompanhadas delas.
Caim tentou promover uma adoração a Deus sem "sacrifício". Se deparou com um Deus irado! Provavelmente, foi o primeiro na espécie humana a tentar criar uma religião; um meio diferente do especificado por Deus para alcançar o favor divino.
Abel troux oferta cruenta: do animal e sua gordura para holocausto. Por isso hebreus diz "sacrifício" melhor do que de Caim que, na verdade, não ofereceu sacrifício mas fruto da terra. O que aplaca a ira de Deus em Cristo quando o pecador vai até Ele para o adorar? Fruto da terra ou sacrifício? Tudo isso numa perspectiva do AT.

Postar um comentário