29 de jul de 2009

É Urgente Resgatar a Honestidade

O texto bíblico de - (Lucas 10.25-35) - revela que outra atitude para curar a imobilidade, frente às cenas de violência que cruzamos no cotidiano, é a que foi tomada pelo "bom samaritano" quando "encheu-se de compaixão". A ideia aqui é mais do que sensibilizar-se; é colocar-se no lugar do outro, assumindo uma atitude favorável. É necessário um olhar através das lentes da honestidade, quando tomamos conhecimento das cenas dramáticas de violência que podem se desenvolver, seja nos campos de guerra urbanos ou mesmo no interior das casas, quando a violência doméstica é imposta a mulheres e crianças, e nos lembrarmos de que poderia acontecer com qualquer um.

Se avaliarmos honestamente as tragédias relatadas nos jornais, nos daremos conta de que poderia ter acontecido conosco e, tantas vezes, acontecem; por isso, é imprescindível largarmos uma perspectiva ilusória e mentirosa de que só acontece com o outro. Vale lembrar que os contornos do primeiro assassinato da história se delinearam nos arredores do culto, onde Caim se encheu de ódio contra seu irmão Abel, e o ódio resultou em um atentado contra a vida. E isso num ambiente familiar e de adoração.

Exercitar a compaixão implica um olhar honesto para o outro entendendo que nós poderíamos estar naquele lugar, caso fossem outras as circunstâncias atravessadas e, por isso mesmo, sermos movidos a sentir honestamente com o outro e agir em favor dele.

É Urgente Resgatar a Responsabilidade

André Sant´Anna
Bacharel em Teologia pelo seminário teológico Batista do Sul do Brasil,
Formação em clínica pastoral pelo Hospital Batista de Assunção (Paraguai),
bacharelando em Psicologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro,
pastor da Igreja Batista da Redenção,
Rio de Janeiro, RJ,
Casado com Márcia Sant´Anna

0 Comentários:

Postar um comentário