2 de abr de 2010

O Tríplice Propósito da Escola Dominical

Escola Dominical
O Propósito da Escola Dominical!
É na Escola Bíblica Dominical que são ensinadas as Verdades da Palavra de Deus que podem levar os alunos a se converterem a Cristo, desenvolverem seu caráter cristão e a se prepararem para o serviço.

A igreja necessita organizar-se para educar e preparar a sua comunidade, tanto as crianças como os adultos, a fim de estimular uma decisão em favor de Cristo como seu Salvador pessoal.

A EDB facilita a resposta a essa necessidade porque divulga ensinos que conduzem cada aluno a:
  1. Reconhecer sua culpabilidade e necessidade do Salvador;
  2. A ser liberto da escravidão e do poder do pecado e
  3. A estar em cristo, a esperança da Glória para o aperfeiçoamento da vida.
É importante o professor ter em mente que o seu trabalho é essencial para:

a) Desenvolvimento do caráter cristão - O trabalho da Escola Dominical começa com a conversão do aluno e segue na tarefa espiritual de ensiná-lo a cultivar sua alma. É nessa fase que o professor deve fazer todo o possível para ajudar o aluno a formar os hábitos e os costumes da conduta cristã.

b) Ser um meio da graça - Para chegar ao propósito de desenvolver o caráter cristão em seus alunos, a Escola Dominical conta com vários recursos espirituais, entre eles o costume de orar com frequência, o estudo diário das Escrituras, o exercício dos dons espirituais, a prática do domínio próprio, o aprender a negar-se a si mesmo e a tomar sua cruz, e o valor de seguir após Cristo.

c) Ensinar o aluno a estar disponível para o serviço cristão - Há séculos, o ideal cristão era ser como um santo enclausurado, alguém que vivia afastado do mundo em comunhão com Deus. Sem dúvida, este era um conceito incompleto do homem perfeito. Em nossa época temos como meta a santidade pessoal e o serviço a Deus. A comunicação desse ideal deve ser o propósito de cada igreja por meio do ensino bíblico na Escola Dominical.

d) A organização para a ação - O professor, em seus ensinos, deve fazer ressaltar o gozo do serviço e os maus frutos do egoísmo. Deve organizar os alunos de sua classe de tal forma que cada um possa ter a oportunidade de executar atividades fora da hora das aulas, o que pode incluir sua participação em evangelismos, atividades missionárias, entre outras que melhorem e contribuam para sua vida em comunidade.
Este texto é parte de uma matéria sobre educação cristã da revista: Ensinador Cristão, editora CPAD

0 Comentários:

Postar um comentário