25 de abr de 2010

As Catacumbas de Roma

Catacumba de Roma
Eram câmaras e galerias subterrâneas de aproximadamente 2,60m à 3,30m de largura por 1,30m à 2,00m de altura que estendiam-se por centenas de quilômetros no subsolo romano. Foram utilizadas pelos primeiros cristãos de Roma como sepulcros, lugares de refúgio e culto ao Senhor durante as perseguições imperiais. Calculou-se, após várias escavações, que o número de sepulturas cristãs encontradas nas catacumbas de Roma eram de aproximadamente 2 à 7 milhões. Cerca de 70.000 inscrições tumulares (epitáfios) foram exploradas e catalogadas, sendo esta uma pequena fração de tão vasta necrópole. Muitas destas catacumbas eram pertencentes ao período de Tibério à Constantino. Após visitar as catacumbas de Roma, certo historiador declarou:
"Nesta silenciosa cidade dos mortos, vemo-nos cercados por uma nuvem de testemunhas, uma multidão que ninguém pode contar, cujos nomes, desprezados na terra, estão inscritos no Livro da Vida".
As perseguições terminaram quando o imperador romano Constantino o grande, legalizou culto cristão, no começo do século IV

0 Comentários:

Postar um comentário