15 de set de 2009

Noites de luta e reggae 'enchem igrejas evangélicas no Brasil', diz 'NYT'

Reportagem fala do recente crescimento do movimento evangélico e do apelo dirigido aos fiéis mais jovens.

Clubes de luta, reggae, campeonatos de surfe e até tatuadores estão atraindo cada vez mais jovens para as igrejas evangélicas do Brasil, afirma reportagem publicada nesta terça-feira pelo jornal americano New York Times.

Sob o título "Noites de luta e reggae enchem as igrejas brasileiras", a reportagem descreve o recente crescimento das Igrejas Evangélicas no Brasil e a evasão de fiéis da Igreja Católica.

"(A igreja) Renascer em Cristo está entre o crescente número de igrejas evangélicas no Brasil que estão encontrando formas de se conectar com os jovens para aumentar seu rebanho de fiéis. De noites de luta a reggae, vídeo games e tatuadores no local, suas igrejas vêm ajudando a tornar o movimento evangélico o movimento espiritual que mais cresce no Brasil", diz a reportagem.

"Igrejas evangélicas cristãs estão atraindo os brasileiros para longe do catolicismo romano, a religião dominante no Brasil. Em 1950, 94% dos brasileiros diziam ser católicos, mas este número caiu para 74% até o ano 2000. Ao mesmo tempo, a porcentagem dos que se descrevem como evangélicos aumentou em cinco vezes no mesmo período, chegando a 15% no ano 2000."

Segundo um pastor da Igreja Renascer, o movimento evangélico pode preencher um vazio para os jovens que buscam a salvação. Mas o NYT também comenta a controvérsia em torno da igreja, cujos fundadores, Estevam e Sonia Hernandes, são acusados de fraude, roubo, evasão de impostos e lavagem de dinheiro no Brasil.

"A Renascer tenta contratar pastores jovens que possam se relacionar melhor com membros adolescentes", diz o jornal.

"Na noite de luta (competições de jiu-jitsu, segundo o jornal), dezenas de adolescentes e jovens adultos compareceram à igreja. No salão da frente, carrocinhas vendiam cachorro-quente e pizza, e jovens faziam fila para adquirir tatuagens de temas religiosos como 'eu pertenço a Jesus'."

A reportagem descreve ainda o estado de transe em que muitos fieis parecem entrar durante os cultos, e descreve o recolhimento do dízimo pelas igrejas.

O movimento evangélico atrai jovens de todas as classes no Brasil, afirma o New York Times, citando a igreja Bola de Neve, formada por surfistas. A igreja, fundada em 1999 no Rio de Janeiro, afirma ter hoje mais de 100 assembleias, a maior parte no Brasil. Segundo o fundador, música e esporte "superam todos os tipos de barreiras".

Fonte: G1
_____________________
Meu comentário:
Eu como evangélico, fico envergonhado com esta matéria. Jesus nunca utilizou subterfúgios mundanos para atrair pecadores para si, pelo contrário, Ele anunciava a Palavra, pois é ela que tem o poder de atrair o homem e mudar a sua vida. O líder que utiliza destes métodos para ganhar alguém para Cristo, precisa voltar para a Palavra: a Bíblia Sagrada. Esta pessoa, é quem está precisando se encontrar com Cristo..., na verdade são cegos guiando outros cegos.

Me perdoe, mas é nisso que eu acredito.

4 Comentários:

A Paz meu querido

tambem concordo com voce, parece que não tem diferença da igreja e o mundo, esta tudo igual,esses dias eu vi num programa de televisao um cigarro de mentira, daqui a pouco vão liberar para os crentes que ainda não estao libertos do vicio do cigarro.


um abraço

Pb Uilton

Caro Pb. Uilton, esta matéria do New York Times, me deixou envergonhado, pois quando nós analisamos as Escrituras não encontramos base para este procedimento adotado por algumas igrejas evangélicas.

Eu fico ainda mais triste pelo argumento dos adeptos desta prática: "é para atrair os perdidos", "os jovens não tem nenhuma diversão ma igreja, então devemos fazer alguma coisa para eles não saírem da igreja", e etc.

Jesus nunca cometeu pecado para ganhar os pecadores, pelo contrário, apesar de Ele se aproximar dos perdidos, Ele sempre anunciava o Reino de Deus e o arrependimento, que significa: voltar atrás, mudar de direção.

Obrigado pelo seu comentário!

Deus lhe abençoe!

De: João Paulo
ao meu ver, essas igrejas de movimento apostatas e liberalistas deforma o verdadeiro ministério da Igreja de Cristo na terra e eleva valores que aproximam este perfil ao caráter da Igreja Asiática: Laodicéia – sal sem gosto no meio termo. Temos uma Igreja travestida, cujo a propaganda acarreta uma alegria fútil, mundana e falsa, procurando o meio termo da fé para gerar filhos espirituais para o conformismo, e por fim, o festejo ministerial pelo crescimento e progresso denominado(inchaço). Agitadores do cristianismo popularizado e seguidores do modismo extraviado. Falar da mensagem da cruz e anunciar a Jesus Cristo exige de todos sanidade mental e um comportamento digno - conforme o evangelho e o testemunho de Cristo e dos apóstolos. Estes filhos espirituais de Gandhy se fizeram de louco para ganhar os loucos - mas se esqueceram da consciência e o entendimento verdadeiro desta fé - alargando as portas de acesso a salvação e facilitando os termos da consagração para que o meio incircunciso deste mundo, tenham oportunidade de ter uma Igreja e um Pastor para fazer farra, escândalos e orações fingidas! A nudez espiritual desta Igreja é pior do que um atentado ao pudor. Este movimento afronta e envergonha a Cristo e ultrapassa os feitos deste mundo e a ignorância desta terra. Temos que desejar algo aqui: Volta logo Jesus !!

obrigado e a Paz do Senhor Jesus!

depois de tanto tempo que saiu essa materia so hoje eu pudi ler.
mais vi que realmente os irmãos tem razão.
que vergonha para nos evangelicos, saber que para entrar no ceu teremos que fazer parte das coisas horrendas desse mundo tão mal.
devemos fazer a nosssa parte.irmos e pregarmos o real e verdadeiro evangelho de nosso senhor jesus cristo.pois sabemos que a ceara e grande mais poucos os ceifeiros.um grande abraço a todos fiquem na paz.

Postar um comentário