1 de set de 2009

Como a família pode ser salva

Você gostaria que a promessa de salvação se cumprisse em sua família? Neste estudo, veremos como isto haverá de se tornar possível na vida de seus familiares.
1) Confie nas promessas de Deus. Como vimos nos estudos anteriores, Deus tem um firme compromisso com a redenção de toda a nossa família. Por isto, não devemos esmorecer-nos; confiemos em suas promessas. Dentro em breve, estará você, com toda a sua família, servindo ao Senhor (Fm. 1:1, 2).

2) Interceda por sua família. Faça como o patriarca Jó. Levantava-se o patriarca de madrugada, para interceder e sacrificar em prol de seus filhos (Jó. 1:5). Tem você orado e favor de seu cônjuge? Tem intercedido pelos seus filhos? Atente bem a esta recomendação de Jeremias: “levanta-te, clama de noite no princípio das vigílias; derrama o teu coração como águas diante da face do Senhor; levanta a ele as suas mãos, pela vida de teus filhinhos que desfalecem de fome à entrada de todas as ruas” (Lm. 2:19). Não estarão alguns de nossos filhos nesta aflitiva situação? No mundo das drogas? Na delinquência e na prostituição? Não se desespere! Deus pode e quer salvá-los.

3) Ganhe seu cônjuge através do exemplo. Uma das tarefas mais difíceis que o salvo encontra é ganhar um familiar para Cristo, principalmente o cônjuge. Pois diante deste, cai toda a mística, e mostramos quem realmente somos. Via de regra, pouco efeito têm nossas palavras. Nessas circunstâncias, atentemos para o conselho de Pedro: “Semelhantemente, vós, mulheres sede sujeitas a vosso próprio marido, para que também, se algum não obedece à palavra, pelo procedimento de sua mulher seja ganho sem palavra, considerando a vossa vida casta em temor” (I Pe. 3:1, 2).

O Senhor Jesus quer e pode salvar toda a sua família. Confie em suas promessas. Interceda por todos os seus entes queridos; jejue e, quando for preciso, também chore por eles. Não se conforme em ter filhos, ou o cônjuge, afastados do caminho do Senhor. O mesmo Deus que salvou Noé e a sua família das águas do dilúvio, continua, através do Espírito Santo, a convencer nossos familiares do pecado, da justiça e do juízo.

0 Comentários:

Postar um comentário