33 Minutos que mudarão sua opinião sobre aborto

São 33 minutos que farão você pensar sobre o assunto. Cabe lembrar que o filme possui algumas cenas fortes, então recomendamos...

Modelo de Credencial de Igreja

Modelo de credencial. Você que está a procura de modelos de credencial para pastores e igrejas, chegou ao lugar certo! Ofereço o arquivo completamente editável por um preço acessível...

Palmas para Jesus

Vou apontar para alguns argumentos que me fazem discordar do gesto de “Bater palmas para Jesus” ou “aplaudir Jesus” ou mesmo aplaudir o grupo que está cantando em um culto...

Pregações do Pastor Juanribe Pagliarin

Pregações do Pastor Juanribe Pagliarin Diversas pregações do Pastor Juanribe Pagliarin disponibilizadas para download, basta acessar este link para você baixar...

Sermão Expositivo o Pastor - Hernandes Dias Lopes

Sermões do Pastor Hernandes: Você quer ser curado? Por que a igreja existe? A restauração de Deus na tragédia. Pastores segundo o coração de Deus. Você sabe quão rico você é?...

16 de fev de 2011

Consumismo ao extremo

Capitalismo

Annie Leonard explica como funciona o sistema linear do capitalismo, e como isso prejudica o planeta.

10 de fev de 2011

Debate entre um calvinista e um arminiano

Calvinistas e Arminianos


Mais uma vez calvinistas e arminianos se "enfrentam", mas para tristeza de muitos, desta vez o debate não causou males, escândalos nem constrangimentos para nínguem, pelo contrário promoveu a edificação!

Abaixo o texto retirado de um comentário deixado neste post: http://blogfiel.com.br/2011/02/em-que-cre-um-calvinista.html do Blog Fiel

"Em “Evangelização e Soberania de Deus” (Ed. Cultura Cristã), J. I. Packer faz referência ao conhecido diálogo entre Charles Simeon, calvinista, e John Wesley, arminiano, que transcrevo aqui:
- “Senhor” – disse Simeon – “entendo que o senhor seja chamado de arminiano: e algumas vezes tenho sido chamado de calvinista; portanto suponho que devemos desembainhar as espadas. Porém, antes de consentir iniciar o combate, com sua permissão far-lhe-ei algumas perguntas… Diga-me: o senhor se sente uma criatura depravada, tão depravada que nunca teria pensado em voltar-se para Deus, se Deus não tivesse mudado o seu coração?”
– “Sim”, replicou o veterano, “Sinto-o realmente”.
- “E o senhor se desespera totalmente de tornar-se aceitável perante Deus por qualquer coisa que possa fazer; e espera na salvação exclusivamente através do sangue e da justiça de Cristo?”
– “Sim, unicamente por meio de Cristo”.
– “Mas, senhor, supondo que foi inicialmente salvo por Cristo, de um modo ou de outro, o senhor não acredita que agora tem de continuar salvo por suas próprias obras?”
– “Não, mas terei de de ser salvo por Cristo do principio ao fim”.
– “Admitindo, portanto, que foi inicialmente convertido pela graça de Deus, o senhor, de um modo ou de outro, não tem que manter-se salvo por seu próprio poder?
– “Não”.
– “Nesse caso, o senhor tem que ser sustentado, cada hora e momento por Deus, tal como uma criança nos braços de sua mãe?”
– “Sim, inteiramente”.
– “E toda a sua esperança está firmada na graça e misericórdia de Deus, para ser preservado até o seu Reino celeste?”
– “Sim, não tenho esperanças senão nEle”.
– “Então, com sua permissão, senhor, embainharei novamente a minha espada; pois esse é todo o meu calvinismo: essa é a minha eleição, minha justificação pela fé, minha perserverança final: em suma, é tudo quanto mantenho, e é conforme o sustento; assim, se lhe parece bem, em lugar de buscarmos termos e frases que serviriam de base de luta entre nós, unamo-nos cordialmente naquelas coisas sobre as quais concordamos”.
Perceba-se, no diálogo, a clareza da soberania divina diante da responsabilidade moral do homem. Levar a sério as implicações das afirmações atribuídas a Simeon nos aproximará das Doutrinas da Graça, redescobertas na Reforma. Que o Senhor nos fotaleça na Verdade e no Amor!"