33 Minutos que mudarão sua opinião sobre aborto

São 33 minutos que farão você pensar sobre o assunto. Cabe lembrar que o filme possui algumas cenas fortes, então recomendamos...

Modelo de Credencial de Igreja

Modelo de credencial. Você que está a procura de modelos de credencial para pastores e igrejas, chegou ao lugar certo! Ofereço o arquivo completamente editável por um preço acessível...

Palmas para Jesus

Vou apontar para alguns argumentos que me fazem discordar do gesto de “Bater palmas para Jesus” ou “aplaudir Jesus” ou mesmo aplaudir o grupo que está cantando em um culto...

Pregações do Pastor Juanribe Pagliarin

Pregações do Pastor Juanribe Pagliarin Diversas pregações do Pastor Juanribe Pagliarin disponibilizadas para download, basta acessar este link para você baixar...

Sermão Expositivo o Pastor - Hernandes Dias Lopes

Sermões do Pastor Hernandes: Você quer ser curado? Por que a igreja existe? A restauração de Deus na tragédia. Pastores segundo o coração de Deus. Você sabe quão rico você é?...

26 de jun de 2010

Mais pobre que os Pobres

"E, olhando ele, viu os ricos lançarem as suas ofertas na arca do tesouro; E viu também uma pobre viúva lançar ali duas pequenas moedas; E disse: Em verdade vos digo que lançou mais do que todos, esta pobre viúva; Porque todos aqueles deitaram para as ofertas de Deus do que lhes sobeja; mas esta, da sua pobreza, deitou todo o sustento que tinha." (Lucas 21.1-4).

Jesus classificou a víuva citada em Lucas 21.1-4 como pobre. A palavra que Ele usou faz referência a uma pessoa tão desamparada que literalmente corre perigo de morrer (de fome).

É difícil avaliar o quanto as duas moedas que aquela mulher ofertou no templo poderiam valer hoje. Todavia, mesmo antigamente, elas não tinham muito valor. Cada moedinha equivalia a aproximadamente 1/32 de um denário, a diária de um trabalhador; menos de um real hoje.

É importante notar que as duas moedas eram todo o sustento que tinha (Lucas 21.4). A víuva era verdadeiramente pobre - o tipo de mulher que mais tarde seria classificada para receber amparo da Igreja (ITm 5.5). Apesar disso, ela doou generosamente o que possuía a Deus, e Jesus a louvou por sua atitude, seu sacrfício. Ao fazer isso, o Senhor revelou que a contabilidade de Deus difere da nossa. Ele presta atenção a nossas atitudes e motivações, avaliando o quanto nos doamos no que oferecemos a Ele.